Secretaria de Parcerias em Investimentos

Secretaria de Parcerias
em Investimentos

Início » Free Flow: primeiro sistema de cobrança automática de pedágios de São Paulo começa a operar em agosto
Share

Free Flow: primeiro sistema de cobrança automática de pedágios de São Paulo começa a operar em agosto

Trecho entre Itápolis e Jaboticabal (SP-333) será o primeiro que contará com a tecnologia que garantirá fluidez no trânsito das rodovias

Com o intuito de promover uma circulação mais fluida e segura, as rodovias concedidas do Estado de São Paulo passarão a receber, em breve, o sistema Free Flow. Em 1° de agosto, duas praças da SP-333 (Rodovia Carlos Tonani/Nemésio Cadetti/Laurentino Mascari), administrada pela EcoNoroeste, utilizarão a tecnologia no trecho que liga Itápolis, no km 179, a Jaboticabal, no km 110, no sentido que liga as duas cidades. Os valores permanecerão os mesmos, R$ 8,50, em Itápolis, e R$ 15,30, em Jaboticabal.

O sistema de pedágio Free Flow se destaca como uma solução inovadora que visa aprimorar a experiência dos usuários nas rodovias, proporcionando maior fluidez, segurança e comodidade. Por meio da implementação de adesivos (TAGs) instalados nos para-brisas dos veículos, o sistema elimina a necessidade de paradas em praças de pedágio, otimizando o tempo de viagem e reduzindo o congestionamento. O valor da tarifa é debitado de forma direta, sem a necessidade de interação direta do motorista. O sistema já é usado em outros países.

A aquisição de uma TAG proporciona maior agilidade e conforto nas viagens, eliminando a necessidade de paradas nas praças de pedágio e o manuseio de dinheiro em espécie. Além disso, os usuários que optam pelo pagamento automático recebem um desconto de 5% no valor da tarifa, além do benefício do Desconto de Usuário Frequente (DUF), exclusivo para carros, que oferece descontos progressivos a cada passagem durante o mesmo mês.

Os pórticos de cobrança, que substituirão as praças de pedágio de barreiras, são estruturas equipadas com tecnologia avançada para a leitura e identificação dos veículos. O cronograma de substituição está definido em contrato, garantindo que todas as pistas sejam contempladas pelo novo recurso. O sistema é preparado para identificar os veículos em qualquer uma das pistas do ponto de cobrança, garantindo uma transição suave e eficiente.

As TAGs instaladas são administradas pelas Operadoras de Serviço de Arrecadação (OSAs), assegurando que sejam aceitos em todos os pedágios convencionais e pórticos de rodovias concedidas do Estado de São Paulo. 

Para garantir uma viagem tranquila e evitar autuações por evasão de pedágio, é fundamental que os usuários planejem sua rota antecipadamente, verificando as tarifas ao longo do trajeto e os métodos de pagamento aceitos em cada concessionária. Além disso, ao utilizar as pistas automáticas, os motoristas devem certificar-se de que seus dispositivos eletrônicos estão devidamente liberados para cobrança e obedecer às regulamentações de velocidade e distância, assim como às sinalizações de passagem e cancela.

Cronograma de implantação

Os usuários que já possuem TAGs ativas serão identificados automaticamente nos pórticos, enquanto os demais poderão efetuar o pagamento em até 15 dias após a passagem pelo pórtico através dos canais que serão disponibilizados pela concessionária.

Além da nova tecnologia de cobrança de pedágio, a concessionária também avança na transformação digital das rodovias sob sua administração, que inclui a instalação de câmeras de monitoramento, sistemas de conectividade gratuita para os usuários, painéis de mensagens e a aceitação de cartões de crédito ou débito por aproximação em todas as praças de pedágio.

Saiba mais:

Secretaria de Parcerias em Investimentos