Secretaria de Parcerias em Investimentos

Secretaria de Parcerias
em Investimentos

Início » Reunião dá início aos estudos de parceria para prestação dos serviços de Travessias Hídricas no Estado
Share

Reunião dá início aos estudos de parceria para prestação dos serviços de Travessias Hídricas no Estado

Equipes estiveram reunidas, nesta quarta-feira (6), para tratar da fase inicial do projeto que inclui 14 travessias

As secretarias de Parceria em Investimento (SPI) e de Meio Ambiente, Infraestrutura e Logística (Semil) promoveram, nesta quarta-feira (6), o “kick-off”, reunião inicial para tratar do projeto de Travessias Hídricas, qualificado no Programa de Parcerias de Investimentos do Estado de São Paulo (PPI-SP) no início deste ano.

O projeto prevê a concessão do serviço público coletivo aquaviário de 14 travessias, sendo oito litorâneas, três do sistema de balsa da Empresa Metropolitana de Águas e Energia (Emae) e três no Reservatório de Paraibuna.

As travessias litorâneas são: São Sebastião–Ilhabela, no Litoral Norte; Santos–Vicente de Carvalho, Santos-Guarujá e Bertioga- Guarujá, no Litoral Centro; Cananéia-Ilha Comprida, Iguapé-Juréia, Cananéia-Continente e Cananéia-Ariri, no Litoral Sul. Atualmente, a operação é feita diretamente pelo Departamento Hidroviário (DH) da Semil.

A operação feita pela Emae, na Região Metropolitana de São Paulo, inclui Bororé, Taquacetuba e João Basso. No Reservatório de Paraibuna as travessias atendem a região do Vale do Paraíba (Porto Paraitinga, Porto Natividade da Serra, e Porto Varginha), também operadas pelo DH.

Os estudos serão coordenados e realizados pela Companhia Paulista de Parcerias (CPP) com apoio técnico especializado da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Juntos, avaliarão a possibilidade de incluir estratégias de governança ambiental, social e corporativa (ESG, sigla em inglês), na prestação do serviço pelo futuro parceiro privado. O leilão está previsto para início de 2025.

Secretaria de Parcerias em Investimentos